Páginas

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Sobre a infância...

Com esse manifesto lindo que está acontecendo no Facebook (que você pode conferir aqui ) é inevitável relembrarmos a nossa infância, não é mesmo?
Como é bom ser criança!!
Lembro que eu passava o dia brincando com a minha irmã, que é três anos mais velha do que eu, e ela sempre me "passava a perna". Eu era muito bobinha, mas era tão legal!! Rsrs.
Raramente nós ficávamos em frente à tv, nós gostávamos mesmo era de inventar brincadeiras e nos divertir.
Nossa criatividade ia longe... Brincávamos de polícia e ladrão; esconde-esconde (sempre na hora de ela contar ela desistia de brincar, rsrs, irmã mais nova sofre...); desfile de moda com os vestidos da mãe; de ginástica (dávamos cambalhotas em cima da cama, kkk); andávamos de bicicleta na calçada de casa mesmo, e isso era O MÁXIMO pra nós; ficávamos na janela contando os carros que passavam... "Os brancos são meus e os vermelhos são seus!"; brincávamos de fazer comidinha com as plantas da minha vó, rsrs...
Gente, era muito legal!!!!!!!!!

Mas o tempo passa voando, e agora nós duas temos os nossos filhos, ela , a Anninha, de 5 anos, e eu o Samuquinha, de 8 meses e meio.
E o que seria dessas crianças sem a tv? A Anna ama tanto televisão que tem TODAS as falas, de todos desenhos decoradas na cabeça...
O Samuel todo pequenininho já tem seus desenhos preferidos. E "ai" de quem ficar na frente dele quando está passando um desses desenhos!!
Acho que esse é o problema de quem tem filho único... É difícil uma criança brincar e se divertir sozinha né?!?! Posso estar enganada, mas é isso que eu vejo com a minha sobrinha.
O Samuel tem uma irmã (por parte de pai), a linda Ana Julia, que tem 7 aninhos. Mas é uma diferença muito grande, não tem como brincarem juntos.

Com a tecnologia cada vez mais avançada, essas brincadeiras que eu citei ali em cima estão deixando de existir. Uma pena...
Digo isso pela experiência que tenho com a minha prima, de 11 anos. Pra ela, celular é TUDO; com a minha enteada, de 7 anos, que toda vez que o pai liga pra ela ela está jogando no computador, com a minha sobrinha, de 5 anos, cujos diálogos são idênticos aos dos desenhos que ela assiste e com nosso pimpolho, que é vidrado em televisão.
Mas claro, não estão 24 horas por dia ligados nisso!! E nem posso generalizar. Ainda existem crianças que curtem um "pega-pega" e um "pular elástico". [ E, como eu já havia dito, brincar sozinho é difícil e sem graça].

Não estou dizendo que isso é totalmente errado. Claro, com o passar dos anos e com a modernidade é inevitável que nossos filhos tendam a se adaptar ao mundo em que vivem, e muitas vezes também servimos como exemplo a eles.

Mas eu espero poder jogar muita bola, brincar de carrinho, de "amarelinha", soltar pipa, andar de patins e bicicleta, brincar na lama, na chuva, enfim, poder proporcionar ao meu filho a mesma alegria que eu tinha quando era criança, independente de internet, televisão e semelhantes. 

Que a infância dele seja tão boa quanto a minha, que ele se realize com as pequenas coisas, que ele seja FELIZ!! É isso que eu desejo para o meu filho na sua infância!!!!!!!





Beijocas!!

2 comentários:

Glauh Pima disse...

Dani tbm sinto uma xds da minha infancia e como eu era a mais velha eu que fazia meus irmaos sofrer,mas eles eram meninos ai brinquei muito é de futebol,policia e ladrão...Boneca fui brincar com 13 anos rs!
E eu hj relembro com as minhas turmas na escola o que é brincar, dou esconde esconde, pega pega, amarelinha,queimada...E as crianças adoram...Espero que Sofia tbm brinque de tudo isso e mais um poupo e largue um pouco o Cocoricó!!!Rs
bjus

Ca+Fa = Klara disse...

Dani deu ate saudade da minha infanciaaaa...apoio seu post..e se pudesse voltava a ser criançaaa..!!! bjosss

Postar um comentário

Não vá embora sem antes postar um comentário!!!